Meu Perfil

Em lingüística, a noção de texto é ampla e ainda aberta a uma definição mais precisa. Grosso modo, pode ser entendido como manifestação lingüística das idéias de um autor, que serão interpretadas pelo leitor de acordo com seus conhecimentos lingüísticos e culturais. Seu tamanho é variável. "Um texto é uma ocorrência lingüística, escrita ou falada de qualquer extensão, dotada de unidade sociocomunicativa, semântica e formal. É uma unidade de linguagem em uso." (COSTA VAL, 1991) O interesse pelo texto como objeto de estudo gerou vários trabalhos importantes de teóricos da Lingüística Textual, que percorreram fases diversas cujas características principais eram transpor os limites da frase descontextualizada da gramática tradicional e ainda incluir os relevantes papéis do autor e do leitor na construção de textos.

Histórico

- 05/07/2009 a 11/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 10/05/2009 a 16/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009

Link-me



Meu Créditos


OUTROS CRÉDITOS
FAVICON


Fiz um twitter \o/

 

Ah, sim, fiz um twitter. http://twitter.com/thatahthederich

Agora só quero ver se "ele" sobrevive..

Mas uma coisa antes de eu esquecer. Mamãe passa bem. Uma ginecologista disse que minha querida mamys (38) estava com menopausa precoce [No way]. Diga-se de passagem.. MUITO precoce right? Então receitou remédios. Os remédios fizeram muito mal. Uma bela manhã (5 da manhã), mamãe acordou sangrando. Eu tive que ficar em casa com minha irmãzinha (6). Dessa você não sabia, tenho muitos irmãos espalhados pelo mundo que fica pra uma outra hora. A menina que está morando aqui em casa [ela acha que é hóspede, abafa] ficou a manhã toda dormindo e nem acompanhou minha mãe ao hospital. O namorado dela levou e largou minha querida mamys lá. Está bem, eu não tenho o melhor relacionamento do mundo, e 23 horas do dia eu passo pensando em ir embora, mas pera lá, ela é minha mãe. Ela saiu as 7:00 AM daqui e as 10 eu já estava completamente transtornada de nervoso. E não podia ligar para ninguém, minha mãe é orgulhosa, não gosta que a família se meta na vida dela, nem nessas horas. Isso eu puxei bem a ela. Enfim, deu 1 da tarde, 2 da tarde e nada de ligar. E depois de 40 ligações minhas para o celular dela o desespero foi maior. Vesti a primeira coisa que estava pelo chão do meu quarto, deixei minha querida irmã na casa de uma vizinha, na hora o “ex” (agora estou confusa, não sei mais se é Ex-Ex-namorado, ou Ex-namorado ainda..) da minha mãe apareceu aqui de repente pra falar com ela. Eu que não sabia nem ir ao tal hospital, chorando já e dando meus pitis todos peguei carona, rodei da emergência até a maternidade e encontrei ela, passei um tempo com ela na enfermaria, catei carona com ele de novo, voltei, peguei roupa pra ela, voltei pro hospital, já a noite eu que descobri como se frita um ovo sem queimar o fundo todo a pouquíssimo tempo não quis me aventurar, comprei uns salgados e levei pra casa, para minha irmã, tadinha, “jantar”. E ela não derramou uma lágrima, não perturbou nem nada de costume. E ela me tira do sério muito, muito rápido. Minha mãe voltou na tarde seguinte, ficou mais um pouco em “repouso” em casa e agora, nem parece que aconteceu alguma coisa com ela. Já eu estaria de cama até hoje. Minha maninha ficou super comportada, e só tinha visto ela daquele jeito quando ela tinha 3 anos, quando o meu padrasto faleceu. E por isso me preocupo. Guardar receios não é muito bom. Mas uma criança de 6 anos conseguiu me dar um apoio que nenhum adulto em volta de mim conseguiu. E agradeço meu querido Daddy também. Mesmo com todos nossos problemas, e toda minha revolta, se importou comigo, mesmo que do jeito dele seco e sério, veio até aqui no dia seguinte que mamãe voltou pra casa e comprou os remédios pra ela. Mesmo dizendo que a “odeia” e todo o resto. Pelo menos depois disso eu tive meus momentos de “aproximação” com eles. Enfim, agora está tuuudo ótimo. As brigas, gritos e afins voltaram. Os bicos com papy também.

Ah, outra coisa me aconteceu nesse tempo de ausência. Essa quarta-feira finalmente eu consegui ter minha tão sonhada banda-larga. Acredita que isso não existe na minha rua? Tem em todas as ruas envolta de mim. Sou azarada mesmo, fui morar logo na que não tem. Mas consegui finalmente, e não graças a velox e nem virtua, obrigada a vocês viu? Estraguei meu computador logo na quinta-feira. Apaguei o Windows de um jeito que nem eu mesma sei ao certo. Eu sempre faço besteira no pc, é algo que eu não domino de jeito nenhum, e formatar é uma coisa que nunca irei aprender. Já tentei e foi o que fez  ferrar ele inúmeras vezes antes. Sexta um técnico veio, formatou, but... Meus arquivos continuaram no pc. E tipo, bloqueados. E ele nem ninguém sabiam como desfazer isso. Eu que ainda tenho um Hd de 40 só.. Sabe? Aqueles bem ruins mesmo.. Fiquei louca pq tinha que reinstalar todos meus programas, e meus documentos, fotos e tudo mais e sem espaço.. Como faço? Não dormi e passei a madrugada de sábado visitando tutoriais da vida. Finalmente desbloqueei meus arquivos antigos. O problema de 2 administradores não sumiu mas. Agora já estou limpando aos poucos o pc e gravando as minhas coisinhas “importantes”. Enfim, nada q um bom tutorial n resolva.

Pra quem quiser, o end do twitter está aí. E por favor, me ensinem a mexer nele viu? Estou completamente perdida.

Kisses dear. Agora vamos twittar. ;D



- Postado por: Tatah às 05:23 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]



.. me desesperei.

Idas ao hospital. Horas de espera. Gritos no meio da noite e duas toalhas cheias de sangue depois e me tornei mãe da minha mãe.

Até parece fácil, mas não é. As febres e lidar com uma irmã pequena. E ela nem chora, finge que não vê. O que me preocupa ainda mais. Enfim, mais alguns dias de enfermeira e grande irmã. E logo agora acabou meus dvds de House, o que eu vou fazer para passar o tempo?

Bom vou indo.. Ela já está em casa. Só comer bastante e repousar (a parte mais difícil).

Depois eu volto pra escrever alguma coisa decente.

 

Bye..

 

Ps: As poucas palavras sem grande emoção são efeito do cansaço. Nunca mais quero passar por isso de novo. MEDO!!!!



- Postado por: Tatah às 04:14 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]



Sem pensar eu... acabei pensando bem.

 

 

 

“Podemos viver com dignidade, mas não morrer com ela.”

 

Até que faz sentindo.

Isso dissolve todas as angustias e pensamentos sobre desistir. De fato, lutar e buscar o que quero é muito mais digno.

Acho que estou crescendo.. \o/

 

Ain, estive um longo tempo ausente. Resultado de muita preguiça + pc ruim + preguiça + um monte de coisas pra fazer. Agora estou um pouco livre dessas coisas. Vou tentar me organizar melhor e quem sabe um dia se eu realmente me sentir organizada caio nas graças do twitter.. hehehe..

 

Bjos.

 

Ps: acabei de escutar a frase no seriado House.. amei ele. Agora vou tentar encarar os outros 11 dvds das duas primeiras temporadas. xD



- Postado por: Tatah às 03:48 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]



Odeio ônibus

Ainda não consigo acreditar no que me aconteceu ontem. Foi algo tão.. repulsivo.

Já sou uma menina anti-social por natureza. Estava eu quieta no meu canto.

Voltando um pouco mais no tempo: tenho a mania de sentar sempre no fundo do ônibus, no canto esquerdo. Sempre que é possível escolher. Pronto, acabou. Voltando a estória. Estava eu no meu canto que por coincidência do destino não estava muito afim de escutar musica, mas estava lendo. De certa forma tentando me “distrair” de uma decisão importante. Ótimo, também não nasci para grandes decisões importantes. Alguém me adota? Aff, estou aqui tentando rodear o assunto, porque me dá nó na garganta só de lembrar. Não sei se é só comigo, mas.. as vezes eu presto mais atenção no que está a minha volta, digamos, aquela visão embaçada que tem.. visão periférica eu acho. É, eu presto mais atenção nas coisas que não estão na minha frente.

Vejo um senhor, poderia ser meu avô.. mexendo na calça, acho estranho, mas.. estávamos só nós dois no fundo do ônibus, tentei não invadir sua privacidade, como não gostaria, aliais, não gostei quando fez comigo. Mas isso me incomodou. Olhei de novo para ter certeza e lá estava o velho se.. bom, você pode imaginar. Estava explorando sua sexualidade, como eu li acho, em alguma entrevista antiga dos fofos do McFly. Haha, nem isso me tira o bolo da garganta. Bom, eu fiquei na minha, deixa ele fazer o que quiser no canto dele, vou fingir que não vi, assim nem eu, nem ele passamos vergonha. VELHO SAFADO. Continuei lendo, veio pessoas sentar no fundo, em vez de ele ficar na dele.. pulou pro meio daqueles bancos de canto a canto no fundo, muito próximo demais. Próximo demais pra uma pessoa normal, absurdamente próximo para um velho ninfomaníaco. Depois pula pro meu lado.. na cara de pau.. e fica me acotovelando. Não tinha necessidade, isso é obvio, mas estava aquele velho tarado roçando o cotovelo no meu peito, depois de muito sacrifício e umas boas mochiladas “ sem intenção” nele, descendo o cotovelo em mim.. que audácia..

Eu não sei o que me deu, eu deveria ter gritado, deveria ter xingado, ou pelo menos falado educadamente com aquele sem vergonha, mas n consegui, a única coisa que passava na minha cabeça era que isso não poderia estar acontecendo comigo. Depois dele “notar” que eu não estava a vontade, muda e segura sua pastinha com a mão próxima ao meu seio.. e os dedinhos subindo pelo meu braço, eu estava tentando protegê-los daquele tarado de ônibus, mas acha que deu? Pulei no banco, dei mais mochiladas naquele safado, foi um sufoco, e a minha vergonha de chamar atenção dos outros não deixou eu fazer o que devia ter feito, dar uns belos gritos e por ele pra correr do meu lado. Enfim ele foi embora, e eu tive uma grande vontade de chorar bem ali, de alivio, de nojo. Só queria chorar. Nunca havia acontecido nada assim, justo ontem? Alguns velhinhos merecem sim, ser tratados mal. Não os tipo avós, fofinhos que nos dão presente e fazem bolinhos de chuva.. esses tarados que não tem mais o que fazer. u.u’

 

Ah.. e falando na conversa daí de baixo, bom, é um assunto complicado, pelo menos ele não tinha intenções, pelo menos não para ele. Começou a ser meu amigo para eu me interessar pelo amigo dele. Algo assim, fiquei irritada na hora, chateada, não nos falamos por um tempo. Mas agora estamos bem de novo, agora vamos ser amigos sem nenhum amigo no meio, pelo menos assim eu espero. ¬.¬’

 

Ouvindo :  Obviously – McFly ( esse cd vicia, desculpa os outros, mais esse primeiro cd pra mim ainda é o melhor. Não sei pq, mas não consigo parar de escutar.)

Assistindo : Seriados, um monte.. Gossip Girl, The Big Bang Theory, Grey’s Anatomy.. Superantural (sempre, sempre.. *-*)

Lendo : A herdeira – Sidney Sheldon (acabei de acabar, ain, adoro livrinhos assim. Românticos.)



- Postado por: Tatah às 09:16 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]



Nhá..

Uma tarde qualquer, uma palavra qualquer, uma lembrança sem importância.. uma conversa inacabada..

Guitar ruffy page. diz: eu as vezes sou bem vingativo
« Thata?! » diz: Vingativo?!
                         ai, tá me deixando com medo
                         não me deixa com medo ^___^

Guitar ruffy page. diz: ahiii, desculpa
                                   desculpa desculpa

« Thata?! » diz: vai que eu implico com tu, e tu se vinga de eu..

Guitar ruffy page. diz: >.<"

« Thata?! » diz: o que foi? rsrs

Guitar ruffy page. diz: eu vou me vingar de você??
                                   fala sério né
                                   jamais sua boba

« Thata?! » diz: puske não de mim?

Guitar ruffy page. diz: ah não vamos entrar em detalhe
 
« Thata?! » diz: vamos sim

Guitar ruffy page. diz: ai meu Deus agora tudo que eu falo você retruca


(...)


« Thata?! » diz: sim sim, não precisa ficar aborrecido
                         embora eu não veja motivos para você estar assim

Guitar ruffy page. diz: quem sabe um dia você me entenda

 

Oo' O que foi isso?! É não entendi ainda.. Enrolão... *bico*

Tks ;*

Ouvindo: BigCityDreams - NeverShoutNever! (*-*)

Assistindo: Dragonball Evolution ... ( pelo menos a compania foi legal, e o Goku gatinho..mas n teve muito haver com o anime.. pena.. =S)

Lendo: A Hora da Estrela - clarice Lispector ( acabei de acabar.. :D )

 




- Postado por: Tatah às 12:58 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]